Sucesso ou Fracasso a escolha é sua a incrível historia de Soichiro Honda

Tags: , ,

Quantas vezes você se sentiu fracassado? Quantas vezes você sentiu vontade de jogar tudo pro alto, de desistir de tudo? Com certeza, Soichiro Honda, desconhecia a palavra fracasso, e a persistência foi a chave do seu sucesso. Soichiro não sabia que era impossível. Foi lá e fez.

Soichiro Honda (1906 – 1991) foi um engenheiro, industrial e magnata japonês. Nascido na aldeia de Komyo, em Shizuoka, filho mais velho de um ferreiro. Ele era uma criança curiosa, aos 8 anos, sua primeira bicicleta e, aos 13 já tinha uma série de pequenas “invenções”! Aos 16 anos, Honda vai para Tokio como aprendiz numa oficina mecânica, e poucos anos mais tarde, volta para sua cidade natal e abre a sua própria oficina.

Trabalhava dia e noite, inclusive dormindo na própria oficina. Para poder continuar nos negócios, empenha as joias da própria esposa para continuar no negócio. Quando apresentou o resultado final de seu trabalho a Toyota Corporation, dizem-lhe que seu produto não atende ao padrão de qualidade exigido.

Honda fica chateado? Não! Voltou à escola por mais dois anos, ouvindo a risada de deboche dos professores e colegas, quando comentavam como eram absurdos seus objetivos. Depois de muita pesquisa, Honda descobre (com a ajuda de um antigo professor) o que faltava na liga dos anéis: o silício! Mas em vez de focalizar a dor da experiência, ele decidiu continuar a focalizar o seu objetivo. Até que por fim, após mais dois anos, a Toyota deu ao Sr. Honda o contrato com que ele sonhava. Sua paixão e convicção deram certo, porque ele sabia o que queria, entrou em ação, observou o seu trabalho. Finalmente, em final dos anos 30, a “Tokai Seiki Heavy Industries” começa a fabricar anéis de qualidade.

E foi mudando o foco até conseguir o que desejava. Surgiu então um novo problema.

O governo japonês se preparava para a guerra, e negou a Honda o concreto de que precisava para construir sua fábrica. Ele desistiu? Não! Focalizou a injustiça da situação? Achou que significava a morte do seu sonho? Absolutamente não. Mais uma vez Honda decidiu utilizar a experiência, e desenvolveu outra estratégia. Ele e sua equipe inventaram um processo para fabricarem o seu próprio concreto, e a fábrica foi construída.

Durante a guerra, foi bombardeado duas vezes, ficando destruídas grande parte das instalações. A reação de Honda? Imediatamente convocou sua equipe, e recolheram os bujões de gasolina extra que os aviões americanos descartavam. Chamou-os de “presente do presidente Truman”, porque lhe proporcionaram a matéria prima de que precisava para o seu processo industrial – matéria prima que naquele tempo não era disponível no Japão. Ainda na época da 2ª guerra, começou a produzir hélices para a Força Aérea Japonesa. Mas a região onde estava instalado sofreu muitos bombardeios, e em janeiro de 1945, um terremoto acaba de destruir ao que restara dos bombardeios e de sua fábrica! Com futuro incerto, Honda vende sua fábrica para a Toyota, que era cliente de seus anéis.

O Japão pós guerra estava caótico e um dos piores problemas era o transporte. Com o racionamento de combustível e trens lotados.  O Sr. Honda não conseguia arrumar o suficiente para ir de carro ao mercado e comprar comida para a família. Mas, em vez de se sentir derrotado ou impotente, ele tomou uma nova decisão. Decidiu que não se contentaria com aquela qualidade de vida. Fez a si mesmo uma pergunta básica: “De que outra forma posso alimentar minha família? Como posso aproveitar coisas que já tenho para encontrar um meio de chegar ao mercado? ”  Lembrou-se de um pequeno motor que possuía, do tamanho e tipo para acionar um cortador de grama tradicional, e idealizou ajustá-lo em sua bicicleta. Foi criada assim a primeira bicicleta motorizada.

Os vizinhos e amigos ficam maravilhados e todos queriam também as chamadas “bicicletas motorizadas“. A demanda por motores aumenta muito e logo ele fica sem mercadoria. Logo estava fabricando tantas bicicletas motorizadas, que não havia mais motores disponíveis. Decidiu construir uma nova fábrica, a fim de produzir os motores de que precisava. Mas não dispunha de dinheiro, e o Japão passava por uma violenta crise. Como faria?

Em vez de desistir e dizer “Não é possível”, ele teve uma ideia brilhante. Decidiu escrever uma carta para todos os proprietários de lojas de bicicleta no Japão, dizendo que achava que tinha a solução para fazer o país se movimentar de novo, que sua bicicleta motorizada sairia barata e ajudaria as pessoas a chegarem a seu destino. Depois, solicitava um investimento.

Dos dezoito mil proprietários de lojas de bicicletas no Japão, três mil investiram no projeto. E depois ele foi um sucesso, certo? Errado! A bicicleta motorizada era muito grande e pesada, poucos japoneses compraram. Assim, mais uma vez, ele procurou determinar o que não funcionava, e mudou de novo seu projeto, em vez de desistir. Decidiu tornar seu veículo muito mais leve e menor. Tornou-se um sucesso da noite para o dia e ganhou o prêmio do Imperador japonês.  

Mais tarde, passou a exportar suas motos para a Europa e Estados Unidos, prosseguindo nos anos 70 com os carros que se tornaram tão populares.

senna e hondaEm 1971, é inaugurada a Honda Brasil, no bairro de Pompéia, cidade de São Paulo. Neste mesmo ano foram lançadas as motos CB500 Four.

Soichiro permaneceu na presidência da empresa até a sua aposentadoria, ocorrida em 1973, e desde então foi um membro do Conselho de Administração da Honda.

Foi com motores Honda que Ayrton Senna conquistou o seu primeiro título na equipe McLaren, em 1988.

Soichiro Honda está no Hall of Fame do setor automobilístico desde 1989 (Kiichiro Toyoda da Toyota entrou somente em 1994). O hall of fame do setor automobilístico nasceu em 1967 com o Walter P. Chrysler.

Hoje, a empresa de Soichiro Honda é um dos maiores impérios da indústria da automobilística japonesa, conhecida e respeitada no mundo inteiro Honda Corporation emprega mais de cem mil pessoas no Japão e Estados Unidos, e é considerado um dos maiores impérios automobilísticos japoneses, ultrapassando todos os demais, exceto a Toyota, nos Estados Unidos. São 507 empresas presentes pelos quatro cantos do mundo, 134 unidades de produção em 28 países e 31 unidades de pesquisas e desenvolvimento em 15 nações. Aproximadamente 178 mil colaboradores são responsáveis pela produção de motocicletas, automóveis e produtos de força. Só em 2007, o grupo atendeu 23 milhões de clientes em todo o mundo.

Soichiro Honda faleceu em 5 de agosto de 1991 em Tóquio aos 84 anos de insuficiência hepática.

No final de 1999, Soichiro é eleito por jornalistas do mundo inteiro, o “Motociclista do Século”.

"Eu vivo no presente, para construir o futuro, com a experiência do passado" Soichiro Honda.

“Eu vivo no presente, para construir o futuro, com a experiência do                                               passado” Soichiro Honda.

Referencias Biográficas:

Site Honda Motor Co. <www.honda.com.br/sobre-a-honda/no-mundo/paginas/default.aspx>. Acesso 28/06/14.

MANGABEIRA, Diego. História emocionante da Honda. <www.diadamudanca.com/historia-emocionante-da-honda>. Acesso 28/06/14.

SOICHIRO HONDA. <andrecerberus.com/2010/11/07/soichiro-honda>. Acesso 28/06/14.

Soichiro Honda. <pt.wikipedia.org/wiki/Soichiro_Honda>. Acesso 28/06/14.

Acredite em seus sonhos – Honda. <www.youtube.com/watch?v=YE6cIHSoIJY>. Acesso 28/06/14.

Persistência – Honda. SOICHIRO HONDA   –   “A história de um sonho”.  <www.guarulhosempresas.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=56:persistencia&catid=141:negocios&Itemid=61>. Acesso 28/06/14.


Autor: Hemerson Gomes Couto. Sucesso ou Fracasso a escolha é sua, publicado originalmente em 28 de junho de 2014 no site <http://www.hgcoutoconsultoria.com.br/concurseiro-vencedor/sucesso-ou-fracasso-a-escolha-é-sua-concurseiro>. 


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas para o WhatsApp: + 55 (69) 99987-6863 para envio. Não se esqueça de se identificar.


Curta e Indique nossa Fan Page JusRO para seus amigos e familiares.

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *